EUA alertam Coreia do Norte sobre troca de tiros em alto mar

Embarcação norte-coreana entrou em confronto com outra sul-coreana no Mar Amarelo na manhã da terça

Reuters,

10 Novembro 2009 | 14h53

A Casa Branca expressou nesta terça-feira, 10, o desejo de que não haja mais ações militares da Coreia do Norte no Mar Amarelo que possam ser considerados "agravantes" na relação já estremecida dos asiáticos com o Ocidente.

 

Veja também:

linkNavios das Coreias do Norte e do Sul se enfrentam

 

A declaração foi feita pelo porta-voz do governo americano, Robert Gibbs, antes de embarcar para o Texas junto com o presidente Obama, por ocasião do enfrentamento de dois navios de guerra das duas Coreias na manhã desta terça. Foi a primeira troca de tiros entre embarcações dos dois países em sete anos e ocorreu poucos dias antes da viagem de Obama à Ásia.

 

A troca de tiros foi confirmada pelo governo dos dois países e aparentemente começou por causa de um disparo de advertência efetuado pela embarcação sul-coreana. O ato hostil durou cerca de dois minutos e não há informações sobre vítimas.

 

No mês passado, a Marinha da Coreia do Norte acusou a Coreia do Sul de enviar navios de guerra para cruzar a fronteira e advertiu que as provocações poderiam causar confrontos armados.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.