1. Usuário
Assine o Estadão
assine


EUA: debate para ‘afrouxar’ visto avança

Rafael Moraes Moura e Ricardo Della Coletta - O Estado de S. Paulo

13 Agosto 2013 | 23h 24

Adesão ao Global Entry pode ser oficializada no próximo mês; secretário americano espera chegar ‘um dia’ à isenção do documento

O ministro das Relações Exteriores, Antonio Patriota, disse nessa terça-feira, 13, que as discussões entre Brasil e Estados Unidos sobre o programa Global Entry - o primeiro passo rumo a uma futura isenção de vistos - têm sido satisfatórias e que há a possibilidade de algum resultado ser divulgado ainda neste ano.

Em março, os dois governos acertaram a participação inicial de 1.500 viajantes frequentes no programa Global Entry, que permite a entrada em território americano sem passar pelas filas de imigração. Dessa forma, não seriam beneficiados turistas eventuais, apenas os brasileiros que visitam os EUA com maior frequência, na maioria das vezes em viagens a trabalho. Na época, não havia previsão para o início da experiência, porque ainda havia pontos em negociação entre o Itamaraty e o Departamento de Estado - equivalente ao Ministério de Relações Exteriores americano.

"Uma declaração poderá ser acordada em breve, no mês de setembro, e prepararia o texto a ser divulgado durante visita presidencial (de Dilma Rousseff aos Estados Unidos, em 23 de outubro)", afirmou Patriota, ao lado do secretário de Estado dos EUA, John Kerry, que visita o País. "A questão da eliminação do requerimento do visto é outra questão, mais complexa, que exigirá mais tempo para ser debatida", ressaltou o chanceler brasileiro.

Empenho. De acordo com Kerry, o governo americano está empenhado em "apressar ao máximo" o processo de solicitação do visto por parte dos brasileiros. "Nós nos orgulhamos de ter dinamizado nossas operações. Queremos que mais brasileiros venham aos EUA, em viagens a negócio, turismo, estudo, visitar amigos. Queremos facilitar esse processo", afirmou o secretário. "Vamos abrir consulados em Belo Horizonte e Porto Alegre, e estamos avançando o máximo possível para facilitar a questão do visto", destacou.

O secretário comentou ainda que a Casa Branca quer o maior número possível de turistas brasileiros e espera "chegar um dia" à isenção de visto. No início do ano passado, em discurso na Disney, o presidente Barack Obama defendeu a entrada do Brasil na lista de países isentos do documento.