EUA entregam provas contra Bin Laden à Otan

Os Estados Unidos, em busca de um apoio moral dos 18 aliados da Otan, forneceram hoje provas "claras e precisas" da participação de Osama bin Laden nos ataques terroristas de 11 de setembro. A informação foi divulgada pelo secretário-geral da Organização do Tratado do Atlântico Norte, George Robertson que, no entanto, não revelou mais detalhes. Pouco depois dos atentados contra o World Trade Center e o Pentágono, os aliados invocaram o artigo 5 do tratado da fundação da Otan, segundo o qual um ataque a um integrante é um ataque contra todos, caso haja provas. "A informação apresentada assinala de forma concludente uma participação da al-Qaida nos ataques de 11 de setembro", disse Robertson. "Sabemos que os indivíduos que perpetraram esses ataques faziam parte da rede mundial terrorista da al-Qaeda, encabeçada por Osama bin Laden e seus aliados e protegida pelo Taleban, o regime que o governa o Afeganistão?, afirmou Robertson.

Agencia Estado,

02 Outubro 2001 | 18h06

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.