1. Usuário
Assine o Estadão
assine


EUA: Obama pede US$ 500 mi para rebeldes sírios

AE - Agência Estado

26 Junho 2014 | 18h 48

O presidente dos EUA, Barack Obama, pediu ao Congresso que aprove uma verba de US$ 500 milhões para armar e treinar os rebeldes que tentam derrubar o governo da Síria. A verba é parte de um pedido anual do presidente por verba suplementar para a guerra no Afeganistão e outras operações militares.

No total, Obama pediu US$ 68,5 bilhões para "operações de contingência no exterior"; parte dos recursos será repassada aos aliados europeus dos EUA, por causa da crise na Ucrânia.

Atualmente, o treinamento de rebeldes sírios é conduzi pela Agência Central de Inteligência (CIA). Segundo a porta-voz do Conselho de Segurança Nacional, Caitlin Hayden, o pedido de recursos feito por Obama permitirá que o Departamento de Defesa inicie seu próprio programa de treinamento para os guerrilheiros que tentam derrubar o governo do presidente Bashar al-Assad. "Esses recursos ajudariam a defender o povo sírio, a estabilizar as áreas sob controle da oposição, facilitar o fornecimento de serviços essenciais, conter ameaças terroristas e promover as condições para uma solução negociada", disse Hayden.

Ela acrescentou que US$ 1,5 bilhão daqueles recursos seriam destinados a "estabilizar" os vizinhos da Síria, entre eles Jordânia, Líbano, Turquia e Iraque. Fonte: Dow Jones Newswires.