1. Usuário
Assine o Estadão
assine

EUA perseguirão o EI 'até os portões do inferno', diz Biden

O Estado de S. Paulo

03 Setembro 2014 | 15h 06

Vice-presidente repetiu a fala do presindente Obama sobre o país não esquecer quando americanos são prejudicados

Após as declarações do presidente Barack Obama sobre as ameaças do Estado Islâmico aos EUA no vídeo da decapitação do jornalista americano Steven Sotloff, foi a vez do vice Joe Biden exprimir o descontentamento com as brutalidades do grupo extremista.

Nesta quarta-feira, 3, os EUA confirmaram a autenticidade do vídeo divulgado terça pelo EI com a decapitação de Sotloff. Duas semanas antes haviam sido divulgadas imagens da decapitação de outro jornalista americano, James Foley.

Em um discurso em New Hampshire, segundo o jornal The Washington Post, Biden repetiu a fala de Obama de que os americanos não esquecem. "Quando alguém fere os americanos, não nos intimidamos, não esquecemos."

"Nós vamos segui-los até os portões do inferno, até que eles sejam levados à Justiça - porque o inferno é onde eles vão morar. Inferno será a casa deles", acrescentou o vice-presidente americano.