1. Usuário
Assine o Estadão
assine


EUA proíbem aviões de sobrevoarem a Síria

Estadão Conteúdo

18 Agosto 2014 | 21h 40

A agência reguladora da aviação norte-americana proibiu formalmente os aviões de sobrevoarem qualquer parte do espaço aéreo sírio. Os reguladores citam "grupos extremistas" envolvidos em hostilidades que são "conhecidos por estarem equipados com uma variedade de armas antiaéreas que têm capacidade para ameaçar aeronaves civis".

O anúncio substitui alertas anteriores para empresas aéreas dos EUA que aconselhavam a evitar sobrevoar a região, mas davam a aviões a opção de fazê-lo mesmo assim. A agência afirma que baseou sua decisão em "uma avaliação atualizada de riscos" e na "falta de qualquer pedido de operadores querendo voar naquele espaço aéreo".

De acordo com a Administração Federal de Aviação (FAA, na sigla em inglês), "o conflito em curso e o ambiente de segurança volátil na Síria representam uma séria ameaça potencial para a aviação civil". A agência ainda enfatiza que "grupos extremistas armados na Síria" possuem armamento antiaéreo e alguns deles "derrubaram com sucesso aviões militares sírios" durante o conflito no país. Fonte: Dow Jones Newswires.