REUTERS/Andrew Burton
REUTERS/Andrew Burton

Ex-prefeito de Nova York, Giuliani anuncia apoio a Trump

Giuliani explicou que, embora não concorde em todos os aspectos com Trump, confia no polêmico pré-candidato para lidar com os alguns dos problemas dos EUA

O Estado de S. Paulo

07 Abril 2016 | 20h41

NOVA YORK - O ex-prefeito de Nova York Rudolph Giuliani anunciou nesta quinta-feira, 7, seu apoio ao pré-candidato republicano à presidência dos Estados Unidos Donald Trump, informou o jornal New York Post.

"Apoio Trump e votarei nele", disse Giuliani, prefeito da cidade na época dos atentados terroristas de 11 de setembro de 2001.

Guiliani aposta na possibilidade de o magnata ser o candidato republicano à Casa Branca e afirmou que, para isso, será importante o resultado das primárias do Estado de Nova York, que serão realizadas no próximo dia 19.

"Vamos ver quanto acima dos 50% dos votos ele ficará. Se vencer com 70 ou 80 delegados, Donald ganhará pontos para conseguir os 1.237 delegados necessários para assegurar a indicação antes da convenção", disse Guiliani ao New York Post.

O ex-prefeito explicou que, embora não concorde em todos os aspectos com Trump, confia no polêmico pré-candidato para lidar com os alguns dos problemas dos EUA, como a economia, imigração e segurança, além de destacar que seu colega republicano é "um negociador".

"Essas ameaças de abandonar a Otan possivelmente vão nos conseguir um melhor acordo com a Aliança Atlântica", afirmou.

Por outro lado, Giuliani minimizou as declarações de Trump criticando os valores liberais de Nova York. "É Nova York. Somos uma família. Os nova-iorquinos podem rir da Big Apple", brincou.

Além disso, o ex-prefeito mostrou preocupação pelos ataques pessoais feitos por Trump e seu principal rival nas primárias republicanas, o senador Ted Cruz, e pediu que ambos parem de brigar. / EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.