Ex-secretário da OEA presta depoimento e é internado

O ex-secretário da Organização dos Estados Americanos (OEA) e ex-presidente costarriquenho (1998-2002), Miguel Angel Rodríguez, foi levado neste sábado a uma clínica, depois de uma nova rodada de depoimentos à Promotoria-Geral sobre supostos atos de corrupção durante seu governo. No primeiro depoimento na sexta à noite, Rodríguez se declarou inocente das acusações de ter recebido propina de um funcionário público, de enriquecimento ilícito e de corrupção. Na manhã deste sábado, depois de seu segundo comparecimento ao Circuito Judicial, em San José, Rodríguez, de 64 anos, foi internado na Clínica Católica, próxima dali. De acordo com a televisão costarriquenha, ele apresentava um quadro de hipertensão. A emissora de TV Monumental afirmou que Rodríguez estava sendo levado à prisão de San Sebastián, na capital, onde aguarda a resolução de um juiz sobre medidas cautelares contra ele, quando se sentiu mal. Rodríguez renunciou ao cargo de secretário da OEA no último dia 8 devido ao escândalo de corrupção.

Agencia Estado,

16 Outubro 2004 | 17h17

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.