AFP PHOTO / Karen Minasyan
AFP PHOTO / Karen Minasyan

Explosão em ônibus mata duas pessoas e fere sete na capital da Armênia

Segundo autoridades, artefato detonado não continha elementos metálicos e estava em um assento na parte dianteira do veículo

O Estado de S. Paulo

26 Abril 2016 | 09h19

TBILISI - Uma explosão ocorrida na noite de segunda-feira em um ônibus causou a morte de duas pessoas e deixou outras sete feridas em Yerevan, capital da Armênia, informou nesta terça-feira, 26, a polícia local.

Segundo autoridades da Armênia, artefato explosivo que foi detonado não continha elementos metálicos e estava em um assento na parte dianteira do veículo de passageiros.

"Trabalhamos com várias linhas de investigação", escreveu no Facebook Sona Truzian, assessora da chefia do Comitê de Instrução da Armênia.

No momento, autoridades armênias se abstiveram de qualificar o incidente como um "ato terrorista", já que a polícia não descarta a possibilidade de detonação acidental de uma carga explosiva transportada por um dos passageiros do ônibus.

Um investigador disse que um dos passageiros havia brigado com alguns parentes e confessou aos amigos que planejava vingança por meio da entrega de um dispositivo explosivo.

O objeto pode ter sido detonado antes do planejado enquanto era transportado para o seu destino, destacou o investigador, que não quis se identificar porque não tinha permissão de revelar detalhes sobre a investigação.

Segundo Sona, havia cerca de dez pessoas dentro do ônibus no momento da explosão, incluindo o motorista. /EFE e Associated Press

Mais conteúdo sobre:
explosão Armênia explosivo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.