Família que passou 17 dias isolada pela neve é resgatada nos EUA

Os seis membros de uma família que passou 17 dias presa pela neve numa região de florestas do estado do Oregon, nos Estados Unidos, foram resgatados depois de sua busca já ter sido abandonada, informaram nesta quarta-feira as autoridades locais. No dia 4 de março, Pete Stivers, de 29 anos, e Marlo Hill, de 31, tinham partido numa excursão pelo sul do Oregon com seus filhos Sabastyan, de 9 anos, e Gabrayell, de 8, além da mãe de Stivers, Becky, e seu marido, Elbert Higginbotham. O trailer da família, bem abastecido de comida e água, ficou imobilizado por uma camada de mais de 1,20 metro de neve numa região montanhosa, cerca de 1.160 metros acima do nível mar. Quando o desaparecimento foi notificado, equipes de socorro do Oregon e da Califórnia percorreram duas rotas ao longo da costa, sem informação segura sobre o rumo que poderia ter sido tomado pela família Stivers. Na segunda-feira passada, depois de verem pela televisão do trailer que as equipes haviam abandonado a busca, Stivers e sua mulher decidiram sair em busca de ajuda. Eles partiram levando uma tenda de campanha, cobertores, latas de atum, mel e dois aquecedores de mão. Na terça-feira, um funcionário da Administração Federal de Terras achou o casal. Stivers informou o lugar onde tinham ficado seus filhos, sua mãe e seu pai adotivo. O Departamento de Polícia do Condado Douglas enviou um helicóptero para localizar as outras quatro pessoas, que depois foram levadas a Glendale, no Oregon, com a ajuda de veículos especiais para neve. O encontro foi documentado pela TV local, que registrou a emoção de Marlo Hill dizendo a sua filha: "Mamãe prometeu que conseguiria, não foi?". "Estou muito orgulhoso da minha família", disse Higginbotham à TV. "Todos nos mantivemos muito unidos. Ainda tínhamos combustível para vários dias, mas a comida estava acabando", acrescentou. Higginbotham disse que as crianças passaram os dias lendo para os adultos os passatempos da revista Reader´s Digest, e que foi preciso racionar a comida desidratada e outras provisões.

Agencia Estado,

22 Março 2006 | 19h03

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.