FAO: uma em cada 6 pessoas passam fome no mundo

O número de pessoas passando fome no mundo ultrapassou a marca de 1 bilhão, advertiu hoje, em Roma, a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO). De acordo com a entidade, a população mundial de pessoas famintas aumentou em quase 100 milhões desde o ano passado, alcançando 1,02 bilhão. Isso significa que um em cada seis seres humanos passa fome atualmente.

AE-AP, Agencia Estado

19 Junho 2009 | 10h19

A FAO atribuiu o aumento no número de famintos a uma combinação da crise financeira internacional com a persistente elevação dos preços dos alimentos. Ao anunciar o dado, o diretor-geral da entidade, Jacques Diouf, advertiu que a crise alimentar "representa um grave risco para a paz e a segurança no mundo".

Em relatório divulgado hoje em Roma, a FAO observa que quase toda a população de pessoas subnutridas vive atualmente nos países em desenvolvimento. De acordo com as estimativas da entidade, desses mais de 1 bilhão de famintos, 642 milhões vivem na região da Ásia e do Pacífico e 265 milhões na África subsaariana.

Mais conteúdo sobre:
fome alimentação FAO

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.