1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Fatah: ativistas em Gaza estão em prisão domiciliar

Estadão Conteúdo

18 Agosto 2014 | 11h 33

O Hamas colocou sob prisão domiciliar dezenas de ativistas do movimento rival Fatah, durante os conflitos na Faixa de Gaza, informaram nesta segunda-feira líderes do Fatah. Segundo relataram, as vítimas foram atingidas por tiros nas pernas para que não saíssem de casa.

Um dos atingidos, Abu Lasheen, 40, disse que homens armados e mascarados invadiram o quintal de sua residência, em Gaza, e atiraram em suas duas pernas, no fim de julho. Agora, ele deve levar de três a seis meses para se recuperar. "Eu fiz três operações, mas estou bem agora", afirmou.

O porta-voz do Hamas, Fawzi Barhoum, negou a ação e sugeriu que alguns membros do grupo podem ter agido por conta própria. "Nós rejeitamos quaisquer atos de indivíduos, se de fato algo aconteceu" disse ele. "Estamos trabalhando com o Fatah e temos canais de alto nível de

comunicação", declarou.

As alegações do Fatah são um primeiro sinal de dissidência interna com o Hamas durante o conflito entre Israel e palestinos. No início do ano, os dois movimentos haviam feito um acordo para dividir o poder local, envolvendo inclusive o presidente palestino, Mahmud Abbas, que é líder do Fatah e apoiado pelo Ocidente.

O Hamas tomou o poder em Gaza em 2007, mas em abril último, pressionado por uma crise financeira, concordou em conceder alguma autoridade para o Fatah, em governo formado por tecnocratas. O novo governo ainda não era operacional quando a guerra começou em Gaza, no último dia 8 de julho, então o Hamas segue como único governante.Fonte: Associated Press.