Fidel deixa Malásia e parte para o Catar

O presidente de Cuba, Fidel Castro, deixou hoje a Malásia, após viagem oficial de três dias, com destino à cidade de Doha, capital do Catar, no Golfo Pérsico. Durante a visita, diplomatas dos dois países travaram diversas reuniões bilaterais, e acordaram melhorar as relações comerciais. Assinaram também um acordo para impulsionar a cooperação econômica, científica e técnica entre os dois países. Esta foi a primeira visita oficial que o presidente cubano fez ao país asiático, enquanto que o primeiro-ministro da Malásia, Mahathir Mohamad já esteve em Cuba por duas ocasiões.

Agencia Estado,

13 Maio 2001 | 01h49

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.