Filha tenta desvincular imagem à de Fujimori

PERU

, O Estado de S.Paulo

21 Maio 2010 | 00h00

A deputada Keiko Fujimori, filha do ex-presidente Alberto Fujimori, condenado a 25 anos de prisão em 2009 por violação dos direitos humanos, tentou desvincular a imagem do pai de sua candidatura presidencial. "Quem está assumindo toda a responsabilidade pelo fujimorismo sou eu e Alberto Fujimori está preso. Suas sugestões são bem recebidas, mas, se for eleita presidente, quem assumirá o comando como presidente serei eu", disse Keiko ao apresentar seu partido, o Força 2011, em um ato público.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.