REUTERS/Mariana Bazo
REUTERS/Mariana Bazo

Filho de Fujimori visita e leva sanduíche para Humala na prisão

Enquanto Alberto Fujimori cumpre 25 anos de prisão por corrupção e crimes contra a humanidade, Humala cumpre prisão preventiva de 18 meses pelo caso Odebrecht

O Estado de S.Paulo

17 Julho 2017 | 17h14

LIMA - O deputado peruano Kenji Fujimori, filho mais novo do ex-presidente Alberto Fujimori, disse nesta segunda-feira, 17, que visitou o também ex-presidente Ollanta Humala na cadeia e levou-lhe um sanduíche preparado pelo pai.

Os dois ex-mandatários estão no mesmo presídio nos arredores de Lima. Enquanto Fujimori cumpre 25 anos de prisão por corrupção e crimes contra a humanidade, Humala foi condenado na quinta-feira a uma prisão preventiva de 18 meses pelo caso Odebrecht. 

Em uma coluna no diário El Comercio, Kenji disse ter oferecido água e um sanduíche de queijo a Humala, rival político do fujimorismo, que por duas vezes negou a concessão de um indulto ao ex-presidente quando estava no poder. 

No relato do deputado, Humala ficou surpreso com a visita, e comentou das condições ruins da cela, sem toalhas, água e cobertores. 

Ainda de acordo com Kenji, os dois conversaram por vários minutos em tom cordial e Humala lembrou-lhe de passagens de sua infância. Os dois também, sempre conforme o relato do deputado, falaram de história. 

"Talvez tenha chegado o momento de construir pontes", escreveu Kenji, que busca com a irmã Keiko que o atual presidente do Peru, Pedro Pablo Kuczynski liberte seu pai. / EFE

 

Mais conteúdo sobre:
Ollanta Humala Alberto Fujimori Odebrecht

Encontrou algum erro? Entre em contato

0 Comentários

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.