França retoma contatos para libertar jornalistas no Iraque

O governo da França parece ter restaurado os contatos indiretos com seqüestradores, no Iraque, de dois jornalistas franceses, afirmou uma líder do partido comunista. Marie-George Buffet, ex-ministra dos Transportes, disse que "parece que foram restabelecidos contatos indiretos" com os seqüestradores de Christian Chesnot e Christian Malbrunot. Entretanto, "a situação permanece muito frágil", acrescentou. Buffet fez as declarações após uma reunião convocada pelo primeiro-ministro Jean-Pierre Raffarin para informar a líderes parlamentares sobre os esforços para libertar os reféns. "O primeiro-ministro nos disse que os reféns estão vivos", afirmou Herve Morin, líder do bloco de centro no Parlamento. Chesnot e Malbrunot desapareceram no Iraque em 20 de agosto, junto com um motorista sírio.

Agencia Estado,

13 Outubro 2004 | 18h59

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.