Freira idosa é estuprada em invasão a colégio religioso na Índia

Mulher de aproximadamente 70 anos foi hospitalizada após ataque; nenhum dos cinco homens que participaram da invasão foi preso

Krishna N. Das e Sujoy Dhar, Reuters

14 Março 2015 | 15h12

Uma freira de cerca de 70 anos foi estuprada nas primeiras horas deste sábado, quando um grupo de cerca de cinco intrusos invadiu um colégio religioso no leste da Índia, informou a polícia.

O grupo praticou atos de vandalismo na escola e um dos invasores atacou a freira, disse o comandante da polícia local Abhijit Biswas, acrescentando que a vítima está hospitalizada e que nenhum suspeito foi preso.

O ministro-chefe do estado de Bengala Ocidental, Mamata Banerjee, onde a escola está localizada, condenou o incidente e afirmou que "ações imediatas e mais fortes" seriam tomadas.

A morte de uma estudante após um estupro brutal em Nova Deli em 2012 causou indignação nacional e elevou a pressão pública por uma justiça mais rápida em um país onde o crime contra as mulheres é galopante mas os procesos judiciais podem se arrastar por anos.

Dias atrás, uma mobilização de algumas centenas de pessoas invadiu uma prisão de segurança máxima no nordeste da Índia, arrastou para fora um suspeito de estupro e o matou em público.

Mais conteúdo sobre:
INDIA ESTUPRO FREIRA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.