Governador afegão sobrevive à tentativa de assassinato

O governador da instável província de Kandahar, no sul do Afeganistão, sobreviveu hoje a uma tentativa de assassinato quando uma bomba explodiu perto de seu comboio. O atentado tinha como alvo o próprio governador, Turyalai Wesa, de acordo com funcionários.

AE-AP, Agencia Estado

27 Novembro 2009 | 10h53

O político seguia para as preces desta sexta-feira a fim de marcar o feriado muçulmano do Eid al-Adha. A bomba, detonada por controle remoto, danificou o carro de Wesa e quebrou uma das janelas do veículo, mas o governador não se feriu, segundo um porta-voz. O funcionário disse que um policial ficou ferido na explosão.

Kandahar, uma cidade de 800 mil habitantes, é palco importante da batalha pelo Afeganistão. A cidade e a província de mesmo nome devem receber reforços, no esperado anúncio do envio de mais dezenas de milhares de tropas que o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, deve fazer para a guerra afegã na semana que vem.

Mais conteúdo sobre:
Afeganistão governador assassinato

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.