Governo amplia direitos de agência antiterror

O governo americano aprovou diretrizes que permitem a agentes especializados em contraterrorismo estender o período de tempo que podem reter informações sobre cidadãos residentes nos EUA, mesmo que os investigados não possuam nenhuma conexão conhecida com terrorismo. A mudança permite que a agência que controla a inteligência antiterror no país mantenha as informações por até cinco anos.

O Estado de S.Paulo

24 Março 2012 | 03h06

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.