Governo de Israel aprova pagamento de indenizações

O gabinete do governo de Israel aprovou um projeto de lei para a indenização de colonos que terão que deixar suas casas na faixa de Gaza, de acordo com um projeto do primeiro-ministro israelense Ariel Sharon. A proposta, que foi aprovada por 13 votos a favor e 6 contra, seguirá para a Câmara Legislativa na próxima terça-feira. O projeto de lei aprovado neste domingo prevê, além das indenizações, facilidades para o estabelecimento na Galiléia ou no deserto do Néguev para os colonos que obedecerem as ordens do Executivo, os que não resistirem à desapropriação de suas casas e cultivos em Gaza e os habitantes de quatro dos 150 assentamentos na Cisjordânia. Já os extremistas que colaborarem com os colonos rebeldes, cujo número se calcula em "milhares", receberão penas de até três anos de prisão caso se infiltrem em áreas a serem evacuadas, tarefa prevista para o próximo ano e que deve levar 90 dias. ?A lei facilitará a vida tanto quanto possível para os colonos que deixarem suas casas?, disse Sharon.

Agencia Estado,

24 Outubro 2004 | 08h57

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.