Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Internacional » Avião do Exército dos Emirados Árabes cai no sul do Iêmen

Internacional

AFP PHOTO / SALEH AL-OBEIDI

Avião do Exército dos Emirados Árabes cai no sul do Iêmen

Forças armadas emiratenses anunciaram a ‘perda’ de uma de suas aeronaves de combate no território iemenita

0

O Estado de S. Paulo

14 Março 2016 | 10h23

SANAA - Um avião de combate do Exército dos Emirados Árabes Unidos caiu nesta segunda-feira, 14, em um monte da cidade de Áden, no sul do Iêmen, onde bombardeava posições da rede terrorista Al-Qaeda em uma ofensiva da coalizão árabe. 

Dois pilotos morreram. Um oficial que não quis ser identificado disse que equipes de resgate encontraram o corpo de uma das vítimas e estavam a procura do segundo.

O vereador do bairro de Al Beriqa, no norte da cidade, Hani al Yazidi, disse à rede de televisão oficial iemenita que ainda não sabe o que causou o acidente.

As forças armadas dos Emirados Árabes se limitaram a anunciar nesta segunda-feira "a perda" de uma de suas aeronaves de combate no Iêmen no marco da operação da aliança árabe chamada "Devolução da Esperança". Em um breve comunicado, divulgado pela agência oficial WAM, o Exército dos Emirados Árabes informou que o caça fazia parte da operação da aliança. 

A nota, como é habitual nestes casos, não detalhou a data ou o local de extravio do avião, as circunstâncias ou o estado da tripulação.

Não é o primeiro incidente deste tipo que a aliança árabe sofre no Iêmen. Em dezembro de 2015, um F-16 bareinita caiu no sul da Arábia Saudita, perto da fronteira iemenita, em razão de uma falha técnica.

Os bombardeios começaram em março de 2015 e alguns dos membros da coalizão, como Arábia Saudita, Emirados Árabes e Bahrein, posteriormente desdobraram tropas no terreno.

Essas forças terrestres foram alvo de vários ataques dos houthis, sendo o mais grave em setembro, quando um bombardeio com mísseis causou a morte de 60 soldados emiratenses, sauditas e bareinitas.

Há exatamente um mês, o comando da aliança árabe anunciou também que um soldado do Exército emiratense morreu e outro ficou ferido em operações no Iêmen. /EFE e REUTERS

Mais conteúdo sobre:

Comentários