Hillary cobra de Karzai medidas contra corrupção

A secretária de Estado norte-americana, Hillary Clinton, manifestou hoje, em Manila, nas Filipinas, sua preocupação com "a corrupção, a falta de transparência, a má governança e a ausência de império da lei" no Afeganistão do presidente Hamid Karzai. Ela cobrou Karzai que "demonstre não apenas à comunidade internacional, mas principalmente a seu próprio povo, que seu governo responderá a necessidades tão evidentes".

AE-AP, Agencia Estado

12 Novembro 2009 | 12h02

No dia 19 Karzai será empossado para seu segundo mandato de cinco anos, segundo um porta-voz oficial. A cerimônia ocorrerá no palácio presidencial de Cabul. Um porta-voz do Ministério da Defesa informou hoje que os preparativos para a posse estão em andamento. Não está claro, porém, quando Karzai pretende anunciar os membros do novo gabinete.

Dignitários internacionais são aguardados para a cerimônia, ainda que a relação do presidente com a comunidade internacional enfrente dificuldades desde as eleições, quando houve suspeitas de fraudes generalizadas. Líderes mundiais têm condicionado o auxílio financeiro e militar ao Afeganistão a avanços no combate à corrupção no governo local.

Mais conteúdo sobre:
EUA Afeganistão Hillary corrupção

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.