Daniel Aguilar/Reuters
Daniel Aguilar/Reuters

Hino da Venezuela na voz de Hugo Chávez é reproduzido no sistema de metrô do país

Medida tem sido criticada por diversos venezuelanos; usuária diz que ação é ‘uma tortura psicológica’

O Estado de S.Paulo

20 Março 2017 | 15h26

CARACAS - Há alguns anos, ouvir o hino nacional na Venezuela era uma forma de entender e honrar o país. Mas há pouco tempo, ele se transformou em um instrumento de propaganda, especialmente depois da morte do ex-presidente Hugo Chávez, morto em 2013.

Segundo informações do jornal venezuelano El Nacional, às 6h da manhã o hino entoado na voz do ex-mandatário é reproduzido no sistema de transportes do país, por meio da Rádio Miraflores.

A ação tem sido criticada por diversas pessoas. “Será que esse é o preço adicional aos 4 bolívares que devo pagar?”, questionou um venezuelano. “É como uma tortura psicológica”, afirmou a usuária Martha Mejia. “Cada dia o serviço é pior, e para piorar, agora há a Rádio Miraflores”, acrescentou Wilmer Pacheco.

Ainda segundo o Nacional, o vice-presidente da associação Familia Metro, Alberto Vivas, disse que psicólogos foram consultados para implementar o hino nas estações. Ele explicou que a intenção era manter os usuários do metrô tranquilos.

Os alto-falantes passaram a ser usados para fazer anúncios do governo, como convocações para protestos, a partir da chegada do chavismo ao poder, disse Luis Román, membro da Familia Metro.

Em diversos lugares do país há diferentes imagens alusivas à ideologia governista, como os olhos de Chávez ou cartazes que apontam as realizações do governo.

Mais conteúdo sobre:
Hugo Chávez

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.