Homem ataca escola e mata a tiros oito pessoas no Iêmen

Disparando a esmo um fuzil AK-47, um homem matou um professor e sete estudantes em uma escola de uma mesquita no sul do Iêmen. Segundo a polícia, a matança ocorreu na província de Lahg, a cerca de 350 quilômetros ao sul de Sanaa. O motivo do crime não ficou imediatamente claro, mas investigadores acreditam que o homem, identificado como Moohsen Munsir, de 40 anos, sofre de problemas mentais. Além dos oito mortos, dois estudantes ficaram feridos antes que algumas pessoas que estavam na mesquita conseguissem capturar Munsir e entregá-lo à polícia.

Agencia Estado,

30 Julho 2003 | 17h57

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.