Homem é condenado na Holanda por falsa ameaça do antraz

Um tribunal de Roterdã condenou um homem não-identificado a dois meses de prisão e mais dois anos de liberdade condicional por trote relacionado à bactéria antraz. O homem enviou a um amigo um envelope contendo leite em pó e instruções sobre como agir em caso de contaminação. O amigo levou a carta à polícia e várias pessoas que tiveram contato com o envelope acabaram passando por desinfecção, devido ao temor de contaminação. Ao anunciar sua sentença, o tribunal qualificou o trote como "irresponsável e perturbador". Outras cinco pessoas estão sendo processadas na Holanda por trotes semelhantes. As informações são da Associated Press, citada pela Dow Jones.

Agencia Estado,

25 Outubro 2001 | 16h01

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.