AP Photo/Susan Walsh
AP Photo/Susan Walsh

Homem que ameaçou ‘matar policiais brancos’ é preso perto da Casa Branca

Michael Arega foi detido ‘sem incidentes’ por agentes do Serviço Secreto e está sob custódia da Polícia Metropolitana de Washington

O Estado de S.Paulo

07 Novembro 2017 | 11h53

WASHINGTON - Um homem que viajou para Washington para "matar policiais brancos" foi detido na segunda-feira 6 nas imediações da Casa Branca, segundo informou o Serviço Secreto dos EUA.

+ Ciclista que mostrou dedo médio a Trump é demitida

O homem, Michael Arega, oriundo de Dallas, no Texas, foi detido "sem incidentes" por agentes uniformizados do Serviço Secreto, departamento encarregado de proteger o presidente americano e sua família.

+ Homem que tentou invadir Casa Branca com uma mochila é preso

Arega tinha feito ameaças por meio de seu perfil do Facebook, no qual também registrou sua localização em um motel de Silver Spring, um subúrbio da capital americana situado no condado de Montgomery, em Maryland.

A ex-mulher de Arega alertou o Departamento de Polícia do condado de Montgomery sobre as publicações no Facebook. Um alerta foi então emitido, após o qual o Serviço Secreto atuou para prendê-lo na Avenida Pensilvânia, perto da Praça Lafayette.

O homem está sob custódia da Polícia Metropolitana de Washington. O incidente ocorreu enquanto o presidente Donald Trump realiza uma viagem pela Ásia.

Nos últimos anos, várias pessoas tentaram saltar a cerca da Casa Branca, o que provocou um aumento das medidas de proteção no perímetro da residência presidencial. Em março, um homem armado com gás pimenta escalou a cerca e passeou pelos jardins da residência presidencial durante quase 17 minutos antes de ser detido. / EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.