Ida atinge a categoria dois com ventos de 160 KM

O furação Ida foi elevado a categoria dois depois de ter passado perto de Cancún, na costa caribenha do México com chuvas e ventos de cerca de 160 quilômetros por hora, informou o Centro Nacional de Furacões de Miami, nos Estados Unidos. Meteorologistas do Centro disseram que o furacão pode se fortalecer nas próximas horas, e que deve atingir a costa do Golfo do México na terça-feira. As autoridades já emitiram avisos de alerta para a costa dos Estados da Luisiana e Mississippi.

AE-AP, Agencia Estado

08 Novembro 2009 | 17h49

Operadores de turismo e pescadores na costa caribenha do México, incluindo Cancún, tiraram seus barcos do mar no sábado, antes da chegada do Furacão Ida. As praias de Cancún ficaram vazias, mas turistas podiam ser vistos no sábado caminhando pelas ruas com guarda-chuvas e ponchos de plástico.

A expectativa é de que o furacão encontre uma frente fria em mar aberto e se transforme em uma tempestade tropical ou um furação de menor intensidade quando atingir o Golfo do México, informou o especialista Jack Beven, do Centro Nacional de Furacões. Mas ainda não se sabe quando isso acontecerá.

Partes da Península de Yucatán ainda permanecem em estado de alerta, e ventos com força de tormenta tropical e chuvas pesadas podem se formar na costa de Cuba. As informações são da Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
México ida furacão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.