Ida volta a ganhar força e provoca alertas no Caribe

Autoridades de México e Cuba emitiram alertas neste sábado, conforme a tormenta tropical Ida ganhava rapidamente força em águas do Caribe. Os alertas abrangiam a península de Yucatán e a parte oeste de Cuba, além da ilha Gran Cayman, uma das que formam as Ilhas Cayman. Ida tinha ventos de 95 quilômetros por hora e se aproximava do canal mexicano de Yucatán, onde poderia chegar neste domingo. A tormenta se dirigia rumo ao norte, a 15 quilômetros por hora, e seu olho estava 410 quilômetros ao sudoeste de Cozumel, no México.

AE-AP, Agencia Estado

07 Novembro 2009 | 14h31

Na quinta-feira Ida chegou a tornar-se um furacão, mas em seguida voltou à condição de tempestade. Ida pode passar pela Costa do Golfo dos Estados Unidos na semana que vem. Ida chegou à Nicarágua na quinta-feira ainda na condição de furacão, antes de se enfraquecer e provocar chuvas na América Central. Milhares de pessoas tiveram de deixar suas casas na região caribenha do país e 80% das moradias do povoado de Karawala foram destruídas, segundo autoridades. Não houve registros sobre mortos.

Mais conteúdo sobre:
México Cuba Ida tempestade

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.