Indonésios fazem protestos anti-EUA

A polícia indonésia usou tiros e gás lacrimejante para conter um confronto com centenas de ativistas islâmicos que se reuniram em frente à Embaixada dos Estados Unidos em Jacarta, capital do país. Policiais agrediram vários manifestantes com cacetetes, disseram testemunhas, mas não há informações de que alguém tenha ficado seriamente machucado nos confrontos. O grupo, com cerca de 500 pessoas, também fez uma manifestação em frente ao prédio das Nações Unidas. A polícia ainda usou jatos d´água para conter os manifestantes. Protestos anti-EUA também foram vistos por toda a Indonésia, país que controla a maior população muçulmana do mundo. Na cidade de Makassar, por exemplo, indonésios queimaram bandeiras americanas e destruíram a fachada de uma loja do McDonald´s. Leia o especial

Agencia Estado,

09 Outubro 2001 | 03h39

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.