Instituto nega contaminação de envelopes por antraz

A paranóia sobre uma eventual guerra biológica teve mais um capítulo esta manhã, desta vez em Berlim. No meio da manhã, uma porta-voz do Instituto Robert-Koch citada pela agência de notícias alemã VWD, informou que envelopes com bactérias do antraz tinham sido encontrados em Berlim. Logo depois, em entrevista coletiva, a porta-voz informou que havia uma certa confusão em torno dos envelopes. A palavra "antraz" foi escrita no lado externo de vários envelopes encontrados perto de um supermercado. O Instituto Robert-Koch, entretanto, confirmou que não foi encontrada bactéria nos envelopes. Várias pessoas que passavam pelo local onde estavam os envelopes foram interrogadas pela polícia, mas foram liberadas. Pessoas que entraram em contato com os envelopes foram levadas para observação. Leia o especial

Agencia Estado,

10 Outubro 2001 | 13h06

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.