Assine o Estadão
assine

Internacional

Iêmen

Insurgentes ligados à Al-Qaeda atacam aeroporto no Iêmen

Militantes ligados à Al-Qaeda atacaram um aeroporto localizado no sul do Iêmen nesta quinta-feira, bombardeando a torre de controle aéreo da instalação e entrando em confronto com tropas iemenitas, o que resultou em 11 mortos. Autoridades disseram que os militantes se aproximaram do aeroporto Sayoun, na província de Hadramawt, vindos de três direções diferentes.

0

Agência Estado

26 Junho 2014 | 11h38

Um avião de passageiros vindo da capital Sanaa, que fazia uma escala em Sayoun, a caminho de Dubai, foi pego no meio do fogo cruzado. Um dos passageiros disse à Associated Press por telefone que havia disparos em todo lugar e soldados na pista.

O Exército enviou tanques e armas pesadas e eventualmente expulsou os militantes, informaram autoridades. Funcionários da área de saúde disseram que cinco soldados e seis militantes foram mortos durante o confronto e que havia muitos feridos. As fontes falaram em condição de anonimato porque não têm autorização para conversar com meios de comunicação. Não havia detalhes sobre os mortos e feridos.

O ataque aconteceu algumas horas depois de forças de segurança terem detido vários suspeitos de serem militantes na cidade de Sayoun, conhecida pela forte presente da Al-Qaeda.

O governo iemenita lançou uma importante ofensiva com o objetivo de expulsar militantes da Al-Qaeda de redutos no sul do país. Os Estados Unidos financiam a maior parte das operações do governo e fornecem apoio logístico, além de lançarem ataques com aviões não tripulados (drones) contra os insurgentes.

O governo norte-americano considera a Al-Qaeda na Península Árabe como o braço mais perigoso da rede global de terrorismo. O grupo é ligado a uma série de tentativas frustradas de atacar o território dos Estados Unidos. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre: