AFP | SAUL  LOEB
AFP | SAUL LOEB

Intel construirá fábrica de US$ 7 bi e Casa Branca prevê 10 mil empregos

Acordo foi selado hoje durante encontro entre o presidente Donald Trump e o CEO da Intel, Brian Krzanich, na Casa Branca

O Estado de S.Paulo

08 Fevereiro 2017 | 16h57

WASHINGTON - A empresa de tecnologia Intel investirá US$ 7 bilhões em uma fábrica de semicondutores no Arizona, em um projeto que deve criar 10 mil empregos direta e indiretamente. O acordo foi selado nesta quarta-feira, 8, durante encontro entre o presidente Donald Trump e o CEO da Intel, Brian Krzanich, na Casa Branca. 

De acordo com o Executivo americano, 7 mil dessas vagas virão de empregos indiretos criados pela fábrica. Outros 3 mil serão diretamente ligados à produção dos semicondutores. "Trazer os empregos de volta era uma das promessas de campanha", disse o porta-voz da Casa Branca, Sean Spicer. 

 

O Arizona foi vencido por Trump na eleição de 2016 e é um Estado que tradicionalmente vota nos republicanos. A Casa Branca declarou que não haverá isenções fiscais federais para o projeto. 

Ao longo da campanha, Trump prometeu retornar empregos industriais para os Estados Unidos e, com isso, obteve forte respaldo da classe trabalhadora branca. Após a eleição, ameaçou taxar empresas que levem suas linhas de produção para fora dos Estados Unidos.

Ao menos duas montadoras, a Fiat-Chrysler e a Ford, já anunciaram projetos de alta tecnologia nos Estados Unidos depois da vitória de Trump. O presidente tem pressionado empresas do setor farmacêutico para fazer o mesmo. / AP

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.