Intruso passa 3h escondido na casa do presidente argentino

Um homem entrou na residência presidencial argentina de Olivos neste domingo e permaneceu em seus jardins durante três horas, sem ser detido. O presidente, Néstor Kirchner, e sua mulher estavam na casa. Segundo informaram agências de notícia argentinas e o canal de televisão "Todo Notícias", um indivíduo jovem saltou o muro da residência, que ocupa várias quadras, na madrugada de domingo. Ele se retirou sozinho, sem ser molestado, depois de três horas. Não houve, até o momento, confirmação oficial do incidente. Tanto a chegada quanto a saída do homem foram registradas pelas câmeras do circuito interno de TV que fazem parte dos dispositivos de segurança. Um tenente-coronel do exército, responsável pela segurança da residência, e o operador encarregado das câmeras, foram afastados de seus cargos.

Agencia Estado,

26 Outubro 2004 | 11h59

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.