1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Islândia reabre espaço aéreo após erupção vulcânica

Estadão Conteúdo

31 Agosto 2014 | 17h 34

A Islândia reabriu seu espaço aéreo neste domingo após fechá-lo durante o começo do dia por causa de uma pequena erupção vulcânica no centro do país, informou a Autoridade de Proteção Civil islandês. As restrições, que impediam as aeronaves de voarem abaixo dos seis mil pés nas proximidades do vulcão Bardarbunga, foram implantadas depois que uma erupção começou em uma fissura por volta das 3h (de Brasília).

As restrições aéreas brevemente instaladas não levaram ao fechamento de nenhum aeroporto no país. Nem afetaram voos transatlânticos, que passam sobre o território da Islândia a alturas muito maiores do que a mínima permitida. A organização Eurocontrol, que administra o sistema de tráfego aéreo europeu, afirmou que nenhuma nuvem de cinza vulcânica havia sido relatada.

A erupção deste domingo ocorreu ao norte do vulcão Bardarbunga, que cientistas têm monitorado de perto há mais de uma semana, após tremores na área elevarem os temores de uma erupção iminente. Bardarbunga é parte de um sistema vulcânico na região da geleira de Vatnajokull.

Autoridades aeronáuticas temem um incidente do tamanho da erupção do vulcão islandês Eyjafjallajokull em 2010, que emanou cinzas para a atmosfera e levou a um fechamento de seis dias do espaço aéreo europeu. Essa interrupção custou US$1,8 bilhão às empresas aéreas em receita perdida e afetou as viagens de mais de 10 milhões de passageiros. Fonte: Dow Jones Newswires.