Israel quer negociar paz com Síria, diz funcionário

Israel está pronto para recomeçar as conversações de paz com a Síria, imediatamente e sem condições, disse hoje um funcionário graduado israelense em Paris, após o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, visitar a capital francesa.

AE, Agencia Estado

11 Novembro 2009 | 19h09

No ano passado, negociações mediadas pela Turquia fracassaram durante a ofensiva de Israel contra a Faixa de Gaza, fechando um promissor canal diplomático em direção a uma amplo arranjo no Oriente Médio.

Após o encontro de Netanyahu com o presidente da França, Nicolas Sarkozy, um funcionário israelense graduado da comitiva disse: "Sarkozy levantou a questão da Síria. O primeiro-ministro disse estar pronto a se reunir com o presidente da Síria a qualquer hora e em qualquer lugar para retomar as negociações de paz sem pré condições", disse o funcionário.

Um comunicado do escritório de Sarkozy não fez menção específica da Síria, cujo presidente, Bashar Al-Assad, deverá estar em Paris na sexta-feira, mas confirmou que os líderes francês e israelense discutiram maneiras de recomeçar o processo de paz.

Em Damasco, Assad disse durante um encontro de partidos políticos árabes que a Síria não "colocará condições para fazer a paz" mas alertou que o país "tem direitos aos quais não renunciaremos", de acordo com a agência estatal de notícias da Síria, a Sana. As informações são da Dow Jones.

Mais conteúdo sobre:
Israel Síria paz

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.