Itália confisca 1,1 bi da família Kadafi

A polícia financeira da Itália anunciou ontem o confisco de mais de € 1,1 bilhão em ativos e bens controlados pela família de Muamar Kadafi na Itália, entre eles ações do time de futebol Juventus de Turim. O confisco foi feito a pedido do Tribunal Penal Internacional (TPI), que tenta obter do governo interino da Líbia a extradição para Haia de Saif al-Islam Kadafi, filho do ditador líbio morto em outubro, para julgá-lo por crimes contra a humanidade.

O Estado de S.Paulo

29 Março 2012 | 03h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.