Justiça detém 9 envolvidos na tragédia do casamento

Nove pessoas foram detidas hoje por ligação com a tragédia do desmoronamento do hall onde era realizado um banquete de casamento, na última quinta-feira, matando 24 convidados. A polícia investiga erros na construção e trabalho de renovação do local que teriam levado o chão a ceder enquanto centenas de pessoas dançavam sobre ele. As nove pessoas, incluindo os proprietários do prédio, construtores e associados, apareceram diante da Corte pela primeira vez neste sábado à noite, horas depois de os grupos de resgate cessarem as buscas por sobreviventes. A audiência, que durou mais de 2 1/2 horas, foi interrompida pela explosão de um carro-bomba em um estacionamento, em Jerusalém, situado perto da Corte. Ninguém ficou gravemente ferido. O grupo radical Frente Popular pela Liberação da Palestina assumiu a responsabilidade do atentado.

Agencia Estado,

26 Maio 2001 | 23h54

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.