Kerry e Fabius destacam unidade sobre negociações nucleares iranianas

O secretário de Estado John Kerry e o ministro de Relações Exteriores da França Laurent Fabius disseram neste sábado que compartilham o mesmo entendimento a respeito das negociações internacionais sobre o programa nuclear iraniano, atualmente num estágio muito importante, já que o prazo se encerra em 31 de março.

Estadão Conteúdo

07 Março 2015 | 14h05

Kerry e Fabius falaram antes de uma reunião em Paris, da qual participará também os ministros de Relações Exteriores do Reino Unido e da Alemanha e a chefe de política externa da União Europeia, Federica Mogherini.

O grupo, chamado também de P5+1, formado por Estados Unidos, Reino Unido, França, Alemanha, Rússia e China, tenta chegar a um acordo "estrutural" que possa levar a um entendimento básico para detalhes técnicos da negociação, que deve entrar em vigor até junho.

Neste sábado, Kerry disse que ele e seus parceiros europeus estão "na mesma página" a respeito das conversações e buscam um acordo amplo que impeça que o Irã fabrique armas nucleares.

"Se não pensássemos que há ainda muito a fazer....já teríamos um acordo", disse Kerry. "A razão pela qual não chegamos a um acordo é que acreditamos que há lacunas que temos de preencher."

Fabius disse que as negociações neste final de semana avançaram, mas que há questões pendentes sobre o volume, extensão e controle do programa nuclear iraquiano no acordo.

"Há progressos em certas áreas, mas há também divergências que precisam ser remediadas", disse Fabius. "Então, ainda há trabalho para ser feito."

A viagem de Kerry à França acontece após três dias de intensas conversações na cidade de Montreux, na Suíça, com o ministro de Relações Exteriores da Suíça, Javad Zarif, nesta semana. Na quinta-feira, Kerry viajou para Riad, na Arábia Saudita, para tranquilizar as autoridades de países do Golfo Pérsico sobre as negociações.

A próxima rodada de negociações com o Irã deve acontecer em 15 de março. Fonte: Dow Jones Newswires.

Mais conteúdo sobre:
Irã nuclear Kerry Fabius negociações

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.