Kosovo realiza primeiras eleições desde independência

Kosovo realiza, neste domingo, sua primeira eleição organizada pelas autoridades locais desde sua declaração de independência da Sérvia. A eleição acontece em meio a tensões renovadas entre os partidos albaneses, rivais étnicos dos sérvios, além de temores de fraudes e um provável boicote da minoria sérvia.

AE-AP, Agencia Estado

14 Novembro 2009 | 15h03

Os líderes de Kosovo e autoridades internacionais pediram por eleições pacíficas depois de vários incidentes que ameaçaram a realização do pleito. Eleições anteriores foram realizadas sob a supervisão da Organização das Nações Unidas (ONU) que assumiu o controle de Kosovo em 1999, quando se separou da Sérvia.

Neste sábado, por exemplo, representantes da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) foram chamados para neutralizar uma granada de mão encontrada do lado de fora do escritório de um partido de oposição em cidade da região norte do país. Os eleitores se preparam para escolher vereadores e prefeitos em 36 cidades entre 74 partidos e coalizões.

Muitos partidos políticos de etnia albanesa alertaram sobre o potencial de fraude, criando um temor de que ocorram protestos depois das eleições. Até o momento, 63 países reconheceram Kosovo como um estado, incluindo os Estados Unidos e a maioria dos países da União Europeia. A Sérvia tem tentado, contudo, impedir novos reconhecimentos e tem o apoio da Rússia. As informações são da AP.

Mais conteúdo sobre:
Kosovo eleições

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.