1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Kuwait anuncia US$ 500 milhões para ajuda humanitária na Síria

Lisandra Paraguassu, enviada especial à Cidade do Kuwait - O Estado de S. Paulo

15 Janeiro 2014 | 07h 38

Guerra civil no país árabe completará três anos, com mais de 100 mil mortes

CIDADE DO KUWAIT - O governo do Kuwait anunciou nesta quarta-feira, 15, a primeira doação humanitária para a Síria. Serão US$ 500 milhões, a maior promessa de recursos feita até agora. A Conferência dos Doadores para a Síria, realizada pela segunda vez na Cidade do Kuwait, tem como meta levantar US$ 6,5 bilhões para ajudar 9,3 milhões de civis sírios atingidos pela guerra civil, que já se aproxima dos três anos e matou mais de 100 mil pessoas.

"Em quase três anos, a situação se tornou mais complexa e as pessoas estão se tornando cada vez mais desesperadas. Os números são tão enormes hoje que são difíceis de compreender", afirmou a subsecretária das Nações Unidas para Assuntos Humanitários, Valerie Amos. "Todos os lados têm mostrado total desconsideração com os problemas humanitários."

Diretor-geral do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados, Antonio Guterres fez um apelo para que os países abram suas fronteiras para receber os refugiados, e não apenas as nações vizinhas. "Há algo muito errado quando um refugiado tem que arriscar sua vida no mar ou na mão de traficantes para encontrar segurança", criticou. Contribuir com a Síria nesse momento, afirmou, não é apenas uma questão de "generosidade, mas de autointeresse esclarecido".