Lei anti-imigração gera protestos nos EUA

Revoltadas com uma polêmica lei anti-imigração promovida pelo Estado do Arizona, milhares de pessoas saíram às ruas de diversas cidades norte-americanas neste sábado para protestar contra a medida e exigir alguma atitude do presidente Barack Obama.

AE, Agência Estado

01 Maio 2010 | 21h02

A lei aprovada no Arizona autoriza a polícia a abordar e interrogar qualquer pessoa suspeita de estar no país ilegalmente. Os manifestantes temem que a lei acabe constrangendo cidadãos de origem hispânica legalmente estabelecidos nos EUA e inflamar a tensão racial. Segundo estimativas, 12 milhões de estrangeiros vivem ilegalmente nos Estados Unidos atualmente.

Ao protesto em Nova York compareceram cerca de 6,5 mil pessoas, segundo a polícia. O maior protesto ocorreu em Los Angeles, onde cerca de 50 mil pessoas participaram da manifestação, entre elas a cantora de origem cubana Gloria Estefan. Manifestantes exibiam cartazes com mensagens pedindo um boicote ao Arizona. As informações são da Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
imigração racismo EUA protestos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.