EFE/ Madame Tussauds
EFE/ Madame Tussauds

Líderes da UE aprovam nova fase de negociações do Brexit

May comemorou imediatamente, de Londres, a notícia, que qualificou como um passo importante para a saída do bloco

O Estado de S.Paulo

15 Dezembro 2017 | 17h50

LONDRES - Os dirigentes da União Europeia aprovaram, nesta sexta-feira, 15, o início das negociações de sua futura relação comercial após o Brexit, mas alertaram que a nova fase de negociações será ainda mais difícil. 

+União Europeia e Reino Unido não chegam a acordo sobre fronteira com a Irlanda no Brexit

A primeira-ministra Theresa May comemorou imediatamente, de Londres, a notícia, que qualificou como um passo importante no caminho para um Brexit suave e organizado e na construção de uma futura relação próxima e especial. 

A UE iniciará contatos exploratórios com Londres após constatarem progressos suficientes na primeira etapa sobre os termos de seu divórcio, anunciou o presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk.

Esse novo período será muito mais difícil que o primeiro alertou o titular da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, que selou o acordo de separação com a primeira-ministra britânica há uma semana. 

Também compartilha desta opinião a chanceler alemã, Angela Merkel, que afirmou que ainda que haja progressos, as negociações futuras serão ainda mais duras. 

+Theresa May reúne-se com presidente da Comissão Europeia para discutir o Brexit

Para a nova fase de negociações que vai determinar a futura relação, a UE exigia avanços nos compromissos acerca da fronteira irlandesa, dos direitos dos cidadãos expatriados e da liquidação financeira. 

Relação profunda

Num jantar de trabalho nesta quinta-feira, Theresa May tinha expressado sua vontade de construir uma relação profunda e especial com os europeus depois de encerrar mais de quatro décadas de pertencimento ao bloco, uma decisão adotada pelos britânicos em junho de 2016.

Seu discurso foi aplaudido por seus colegas europeus, algo raro. “A senhora May fez um grande esforço. E como não aplaudem muito os político normalmente, pelo menos nos aplaudimos entre nós”, disse seu par espanhol, Mariano Rajoy.

A principal incógnita é que forma terá a futura relação comercial. O negociador da UE, Michel Barnier, indicou na semana passada que o modelo por ora seria o Acordo de Livre Comércio em vigor com o Canadá (CETA).

+O populismo plutocrático

“O primeiro grande passo é que o Reino Unido diga claramente o que quer na futura relação”, disse o primeiro-ministro de Malta, Joseph Muscat, que indicou que, se isso acontecer nas próximas semanas, a UE poderia ter uma posição muito clara para março.

Pendências

Os negociadores também vão precisar concluir as negociações sobre as prioridades do divórcio - especialmente acerca da situação da fronteira na ilha da Irlanda. “Até um aluno primário se daria conta de que ainda há um problema a resolver”, disse na sexta-feira o chanceler austríaco, Christian Kern. 

Os 27 dirigentes também expressaram sua firmeza após as declarações do negociador britânico para o Brexit, o ministro David Davis, que na semana passada questionou o caráter vinculante sobre os termos da separação. 

As negociações da segunda fase podem avançar apenas se os compromissos feitos na primeira fase forem integralmente respeitados e traduzidos em termos legais o quanto antes, segundo as conclusões dos líderes. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.