REUTERS/Marco Bello
REUTERS/Marco Bello

Linha aérea venezuelana sofre restrições da UE

Agência Europeia de Segurança aérea concluiu que aviões da Avior não seguem padrões internacionais

O Estado de S.Paulo

30 Novembro 2017 | 21h51

Correções: 01/12/2017 | 12h30

CARACAS - As aeronaves da empresa Avior Airlines, da Venezuela, não seguem os padrões internacionais para certificar suas operações, segundo a Agência Europeia de Segurança Aérea.

Segundo comunicado divulgado ontem pela Comissão Europeia, órgão executivo da União Europeia, a Avior não passou nas avaliações para obter o certificado necessário para que aeronaves de países de fora do bloco viajem para cidades europeias.

+ Avianca suspende voos para a Venezuela

A empresa aérea, além de seus sete destinos locais, também voa para Aruba, Curaçau, Miami, Medellín, Bogotá, Lima, Panamá e Manaus. 

A companhia venezuelana é uma das poucas que ainda oferecem voos internacionais. Empresas como United e Delta Airlines, dos EUA, já suspenderam suas operações na Venezuela, afetada por uma crise política e econômica. 

As companhias aéreas mencionaram preocupações financeiras e de segurança para suspender o serviço para Caracas. Autoridades aéreas internacionais registraram várias falhas de segurança nos últimos meses, entre elas a aterrissagem de emergência de um voo da Avior no Equador, no início de novembro. 

Em 30 de junho, a companhia americana United Airlines fez seu último voo partindo da Venezuela. Aerolíneas Argentinas, Avianca, GOL, Latam e Lufthansa deixaram de operar rotas para o país em 2016, enquanto que a Alitalia suspendeu seus voos para Caracas em 2015. Air Canada e Aeromexico foram as primeiras a deixar de voar para a Venezuela, ainda em 2014.

De acordo com a Comissão Europeia, 178 companhias aéreas estão proibidas de operar na UE, sendo que 172 – certificadas em 16 países – estão numa lista de falta de fiscalização de segurança por parte das autoridades locais. As restantes 6, incluindo a venezuelana Avior Airlines, foram incluídas por preocupações com a segurança das próprias aeronaves. / AFP

 

Correções
01/12/2017 | 12h30

Este texto informou incorretamente que a Avior tem voos para as cidades europeias de Barcelona e Valência. A companhia mantém conexões com as cidades venezuelanas de mesmo nome. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.