Los Angeles quer reembolso por funeral de Michael

A procuradora da cidade de Los Angeles, Carmem Trutanich, afirmou que ainda espera obter o reembolso pelos US$ 3 milhões gastos pela municipalidade com o funeral de Michael Jackson. Apesar disso, um relatório afirma que não há lei que preveja esse tipo de ressarcimento.

AE-AP, Agencia Estado

16 Novembro 2009 | 15h49

O Comitê de Segurança Pública da cidade irá revisar hoje um relatório, segundo o qual Los Angeles gastou US$ 3,2 milhões na cerimônia realizada em julho no Staples Center, incluindo US$ 2 milhões em horas extras para policiais. O documento afirma também que o funeral deu um impulso de US$ 4 milhões para a economia local.

O relatório afirma que não havia determinação em julho prevendo que a proprietária do Staples Center, a AEG, reembolsasse a cidade. Apesar disso, a procuradora disse que buscará o dinheiro.

O cantor pop Michael Jackson morreu em uma mansão alugada de Los Angeles, no dia 25 de junho. O astro tinha 50 anos e morreu em decorrência de problemas cardíacos, provavelmente ligados ao uso de remédios. A morte do cantor ainda é investigada pelas autoridades.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.