Robert Pratta/Reuters
Robert Pratta/Reuters

Macron venceria Le Pen no segundo turno das eleições presidenciais, diz pesquisa

Ex-banqueiro se beneficiou da aliança com o centrista François Bayrou, o que o ajudou a ultrapassar o conservador François Fillon

O Estado de S.Paulo

27 Fevereiro 2017 | 09h57

PARIS - O candidato independente à presidência francesa, Emmanuel Macron, venceria a líder da extrema-direita, Marine Le Pen, no segundo turno da eleição presidencial com 61% dos votos, de acordo com uma pesquisa de opinião da Odoxa/Dentsu-Consulting divulgada no domingo.

Os institutos de pesquisa informaram que Macron foi impulsionado pela aliança anunciada nesta semana com o político centrista François Bayrou, fazendo com que ultrapassasse o conservador François Fillon.

A enquete indica que Macron venceria Le Pen no segundo turno com 61% dos votos, contra 39%.

Le Pen lideraria o primeiro turno com 27%, seguida por Macron, com 25%, e Fillon, com 19%, segundo a pesquisa de opinião.

As campanhas de Le Pen, líder da Frente Nacional, anti-euro e anti-imigração, e de Fillon, ex-primeiro-ministro, foram abaladas por investigações sobre acusações de uso indevido de dinheiro público. Ambos negam quaisquer atos irregulares.

Fillon, de 62 anos, antes líder nas pesquisas, agora se envolve em um escândalo por salários pagos a sua mulher e filhos com fundos públicos por trabalhos que nunca realizaram. Ele garante que eles realizaram os trabalhos pelos quais foram pagos.

Le Pen enfrenta acusações de ter pago seu chefe de gabinete e guarda-costas ilicitamente com fundos do Parlamento Europeu e é pressionada pela Assembleia para devolver os recursos.

Macron é um ex-banqueiro de 39 anos que nunca foi eleito para cargo público. / REUTERS

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.