Mães de americanos presos no Irã deixa país após visita

As mães de três norte-americanos presos no Irã há dez meses deixaram Teerã nesta sexta-feira, sem conseguir assegurar a libertação dos filhos. Elas partiram para Dubai e não fizeram comentários sobre a visita, autorizada pelo governo iraniano.

AE-AP, Agência Estado

21 Maio 2010 | 20h43

Em julho do ano passado, os três norte-americanos, Sarah Shourd, de 31 anos, Shane Bauer, de 27 anos, e Josh Fattal, de 27 anos, foram detidos na província iraniana do Kordestan, após terem entrado no Irã, vindos do Curdistão iraquiano.

Os três disseram que caminhavam nas montanhas e se perderam. O governo iraniano acusou os três de entrada ilegal no país e de espionagem.

Mais conteúdo sobre:
Irã alpinistas americanos prisões visitas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.