1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Membro do BCE não concorda com compras de bônus

AE - Agência Estado

06 Julho 2014 | 10h 53

A membro do conselho do Banco Central Europeu (BCE) Sabine Lautenschläger disse em uma entrevista publicada pelo jornal alemão Frankfurter Allgemeine Sonntagszeitung neste domingo que não vê necessidade de a instituição implementar um programa de compra de ativos, conhecido como relaxamento quantitativo (QE, na sigla em inglês).

"Um amplo programa de compra de ativos - sejam públicos ou privados - seria uma opção apenas em uma situação de perigo excepcional", comentou Lautenschläger, acrescentando que não vê um cenário desse no momento. Ela disse, entretanto, que as compras de bônus governamentais pelo BCE não seriam proibidas "per se".

Ela comentou também que é contra o programa de compras de bônus chamado Transações Monetárias Completas (OMT, na sigla em inglês), por meio do qual o BCE compraria apenas dívidas de países com problemas para se financiar por conta própria. "O programa OMT reduz a pressão do mercado e eu temo que possa criar incentivos errados. Os esforços de reforma não podem desacelerar e as medidas de consolidação fiscal não podem ser colocadas de lado", afirmou. Fonte: Dow Jones Newswires.