1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Meningite já matou mais de mil na África, diz OMS

AE - Agencia Estado

27 Março 2009 | 10h 16

Dois surtos separados de meningite já provocaram a morte de mais de mil pessoas na África este ano, informou hoje em Genebra a Organização Mundial de Saúde (OMS). Os países afetados foram Nigéria e Níger, prosseguiu a agência de saúde da Organização das Nações Unidas (ONU). Na Nigéria, o número de mortes causadas desde o início do ano pelo surto chegou a 960, em mais de 17 mil casos registrados. Em Níger, que situa-se numa área mais comumente afetada pela doença, 4.513 casos foram diagnosticados, dos quais 169 resultaram em morte, prosseguiu a porta-voz da OMS.

"Esta é a primeira vez que tantos casos são diagnosticados no norte da Nigéria", região que se encontra fora do chamado "cinturão da meningite" na África, disse Fadela Chaib, porta-voz da OMS. O chamado "cinturão da meningite" estende-se do Senegal, a oeste, à Etiópia, a leste. Fadela Chaib informou que a OMS e outras agências estão ajudando a vacinar a população. A meningite é uma inflamação das meninges, membranas que cobrem o cérebro e a coluna vertebral. Ela pode ser causada por diversos agentes infecciosos, normalmente vírus ou bactérias.