1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Merkel aceita fazer concessões para o Reino Unido

Agência Estado

19 Junho 2014 | 14h 25

A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, reiterou seu apoio para que Jean-Claude Juncker se torne o próximo presidente da Comissão Europeia. No entanto, ela deixou a porta aberta para o Reino Unido - que se opõe a Juncker - ganhar concessões em outras áreas.

"Levamos todos os Estados membros muito a sério. Isso não significa que podemos atender a todos os pedidos, mas significa que, em outras áreas, o que é muito importante para o Reino Unido pode ser considerado", afirmou Merkel.

Ela destacou preocupações britânicas com a redução da burocracia e com tomadas de decisões em níveis locais e nacionais, em vez de europeu. Merkel disse estar aberta a discutir essas questões com o país, mesmo havendo divergências de opiniões.

O primeiro-ministro do Reino Unido, David Cameron, tem criticado a nomeação de Juncker - ex-premiê de Luxemburgo - para liderar a Comissão Europeia. Juncker defende uma maior integração política na União Europeia, o que não agrada muitos eleitores britânicos. Fonte: Dow Jones Newswires.