Ammar Abdullah/REUTERS
Ammar Abdullah/REUTERS

Milícias sírias apoiadas pelos EUA entram em cidade controlada pelo EI

Al Tabqa fica a cerca de 62 quilômetros a oeste da cidade de Raqa, principal fortificação do Estado Islâmico na Síria

O Estado de S.Paulo

15 Abril 2017 | 08h49

CAIRO - As Forças da Síria Democrática (FSD), uma aliança armada liderada por milícias curdas, entraram na cidade de Al Tabqa, situada na província nordeste síria de Raqa e controlada pelo grupo terrorista Estado Islâmico (EI).

As FSD informaram, neste sábado, 15, em um comunicado, que entraram na cidade pelo oeste e pelo leste, mataram 16 terroristas e pegaram suas armas.

Al Tabqa fica a cerca de 62 quilômetros a oeste da cidade de Raqa, principal fortificação do EI na Síria e próximo alvo das FSD, que pretendem cercar a "capital" do autoproclamado "califado".

As FSD também expulsaram o EI do povoado de Mushairafa al Shamaliya, situado a norte de Raqa, onde mataram 27 terroristas, segundo a nota divulgada pelo grupo nas redes sociais.

As FSD contam com o apoio dos aviões da coligação antijihadista, bem como de forças especiais dos EUA em campo, em sua luta contra o EI na Síria. / EFE

Mais conteúdo sobre:
Estado Islâmico Síria EUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.